Tipos de investimentos

tipos de investimentos

 

Para quem joga na loteria, também é muito importante que saiba o que fazer com o dinheiro caso seja sorteado. Não é difícil escutar sobre sortudos que ficaram milionários mas acabaram com o dinheiro por não saber como utilizá-lo. Por isso, deve-se tomar muito cuidado com o “quanto mais se tem, mais se gasta”, pois isso pode ser uma realidade. 

O que são investimentos de renda variável e fixa?
O que é renda fixa?
O que é renda variável?
Quais são os tipos de investimentos?
Tesouro Direto
Crédito Imobiliário (LCI)
Debêntures
Certificado de Depósito Bancário (CDB)
Fundos de Investimento (FI)
Fundos Imobiliários (FII)
Ações
Tipos de investimentos renda fixa mais seguros
Investimentos mais populares
Qual o melhor tipo de investimento para iniciantes?
Como começar a investir?
Comece os seus investimentos com a Intersena

Conhecer as formas de investir dinheiro seguro é uma das opções de fazer com que o seu dinheiro renda, e quem sabe, trabalhe por você. E felizmente, hoje se fala muito em investimentos, mas a educação financeira deveria começar desde cedo para evitar algumas pedras pelo caminho.

E como queremos que nossos apostadores tenham prosperidade financeira, preparamos esse artigo com alguns detalhes dos tipos de investimentos no Brasil para você aprender investir. Confira:

 

O que são investimentos de renda variável e fixa?

O primeiro-passo para começar a investir é entender o seu perfil de investidor. Você está disposto a correr riscos para tentar ter um retorno maior? Ou você prefere guardar o dinheiro e ter a segurança de que ele estará lá com muito ou pouco rendimento?

Para isso, a renda variável e renda fixa faz a distinção principal entre os investimentos. Basicamente, quem prefere ter um rendimento maior, mesmo que corra mais riscos, pode optar pela renda variável. Já quem quer um investimento seguro, mesmo que tenha um rendimento menor, a renda fixa seria o ideal.

Veja como cada tipo trabalha:

 

O que é renda fixa?

Os investimentos de renda fixa têm uma remuneração ou retorno financeiro previsto no momento da aplicação, e como dito anteriormente, esses investimentos são considerados mais conservadores, pois não têm tantos riscos. 

São alguns dos produtos mais famosos de renda fixa: Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA.

A renda fixa pode ter investimentos pré-fixados ou pós-fixados. Com os pré-fixados é possível saber o retorno da aplicação antes de investir. Já os pós-fixados têm o rendimento atrelado a índices da economia, então ele muda conforme as mudanças do cenário atual. Além disso, a renda fixa também possui o tipo híbrido, que é basicamente a mistura do pré-fixado e do pós-fixado.

 

O que é renda variável?

A renda variável é praticamente o contrário da renda fixa, pois não há previsão dos ativos financeiros. Então, ao investir nessa categoria não é possível saber quanto será o rendimento do seu dinheiro. 

O lado bom da renda variável é que seus ativos são capazes de oferecer um retorno considerado melhor, e o lado ruim é que o investidor estará exposto às oscilações do mercado. Pois, é possível que um investimento caia em um momento e suba em outro. Por isso, é importante acompanhar os ativos e saber o melhor momento de investir ou retirar o seu dinheiro dali.

Os tipos de investimentos mais conhecidos de renda variável são: Ações, Moedas Estrangeiras, ETFs e Opções, Fundos (imobiliários, de investimento…), Contratos futuros.

 

Quais são os tipos de investimentos?

Tipos de investimentos

O segundo passo para começar a investir, é escolher o investimento que irá aplicar o seu dinheiro. Cada investimento possui as suas particularidades, que vão além do estilo de renda fixa ou variável. 

Confira:

 

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é uma das formas favoritas de investimento dos investidores que querem ter um bom retorno do dinheiro mesmo em renda fixa.

Esse investimento foi lançado em 2002, pelo Programa do Tesouro Nacional em parceria com a B3 para venda de títulos públicos federais para pessoas físicas. De forma 100% online. O objetivo do Programa era democratizar o acesso aos títulos públicos, permitindo aplicações a partir de R$30,00. 

Esse investimento é uma ótima alternativa, pois oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade, como a prefixada ligada à variação da inflação ou à variação da taxa de juros básica da Selic, diferentes prazos de vencimento e diferentes fluxos de remuneração.

E mesmo com uma boa rentabilidade e liquidez diária, o Tesouro Direto também tem opções de menor risco do mercado.

 

Crédito Imobiliário (LCI)  

Para obter uma maior rentabilidade nos investimentos em renda fixa, alguns investidores preferem o Crédito Imobiliário LCI (Letra de Crédito Imobiliário). Esse investimento também tem outro ponto forte, que é ter a isenção de Imposto de Renda sobre os rendimentos.

A LCI é lastreada ao financiamento do mercado imobiliário. Ou seja, o dinheiro desse investimento está sendo utilizado para a compra ou para o financiamento de um imóvel, em que o capital da aplicação é utilizado por uma instituição financeira que direciona o recurso para clientes do ramo imobiliário. 

E como é um ativo de renda fixa, a LCI pode ser considerada sem muitos riscos, isso porque o investimento em LCI não possui variação. E assim como o Tesouro Direto, tem os tipos: Pré-fixada; Pós-fixada e Híbrida.

Se você tiver interesse em investir em LCI, é importante saber como funciona a letra de crédito imobiliário.

 

Debêntures

As debêntures também fazem parte do estilo de renda fixa. Esse investimento são títulos de dívidas emitidos por empresas de capital aberto na bolsa de valores para execução de projetos específicos. A emissão de debêntures é registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e as unidades oferecidas nos bancos e corretoras de investimentos.

Esse investimento é mais atrativo, pois possui maior rentabilidade, porém o prazo de vencimento também é maior que os outros investimentos de renda fixa.

Podemos comparar as Debêntures com um título público ou privado, a diferença é que, para emiti-las, é preciso ter destinação clara. Isso porque as companhias costumam recorrer a essa solução, por exemplo, quando querem quitar alguma dívida ou expandir os negócios. Investindo em Debênture, o investidor se torna credor da empresa até que ela seja quitada.

As Debêntures também são pré-fixadas; pós-fixadas ou híbridas.

 

Certificado de Depósito Bancário (CDB)

O CDB também faz parte da renda fixa e é mais procurado por quem quer um investimento que seja mais rentável que a poupança. Esse tipo de investimento é um título emitido por instituições financeiras para captar recursos para financiar as suas operações, ou seja, investir em CDB é como fazer um empréstimo aos bancos. 

Vale ressaltar que esses títulos, por poderem ser emitidos por instituições diferentes, também apresentam características diferentes. Os CDBs oferecem tanto rendimentos pré-fixados, quanto pós-fixados. No segundo, o seu investimento estará atrelado a um índice do mercado como o CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

 

Fundos de Investimento (FI)

Os fundos de investimento podem agradar aos mais diversos perfis de investidores, isso porque eles podem ser simples ou mais sofisticados. Um FI pode ser qualquer Fundo que existe no mercado financeiro, independentemente da sua estratégia de aplicação.

Nesse tipo de investimento, é como se os fundos reunissem os recursos de diversos investidores, para serem aplicados em conjunto no mercado financeiro e de capitais. O rendimento vem dos ganhos obtidos com as aplicações e divididos entre as pessoas que investiram nele pela proporção do valor depositado por cada uma.

O patrimônio do fundo é a soma do dinheiro dos investidores e as decisões sobre o que fazer com os recursos que devem obedecer objetivos e políticas predefinidos. Os investimentos do fundo podem ser bem-sucedidos ou não. E serem de longo ou curto prazo e Fundos de Ações.

 

Fundos Imobiliários (FII)

O fundo imobiliário tem os investimentos aplicados em conjunto no mercado imobiliário, para ser utilizado geralmente na construção ou na aquisição de imóveis, que depois são locados ou arrendados. E assim, como o Fundo de Investimento comum, os ganhos obtidos com essas operações são divididos entre os participantes, na proporção em que cada um aplicou.

Quem aplica no Fundo Imobiliário estará comprando cotas. E para chegar ao valor do fundo, são somados os recursos que compõem o patrimônio, que será dividido em cotas.

O cotista não pode exercer nenhum direito real sobre os empreendimentos do fundo, ao contrário do proprietário de um imóvel de fato. E também não responde pessoalmente por obrigações relacionadas a eles. Isso é tarefa do administrador, instituição financeira responsável pelo funcionamento e pela manutenção da carteira.

Existem alguns tipos de FI, são eles: Desenvolvimento para renda, Desenvolvimento para venda, Renda, Títulos e valores mobiliários, Híbridos.

 

Ações

Você provavelmente já ouviu falar em Ações, em como elas podem subir e despencar de valor no mercado. Mas o que são Ações? Ação é a menor parcela do capital social das companhias ou sociedades anônimas, um título patrimonial que concede aos acionistas, todos os direitos e deveres de um sócio, no limite das ações adquiridas.

Apenas as ações emitidas por companhias registradas na CVM, as companhias abertas, podem ser negociadas publicamente no mercado de valores mobiliários. Além disso, as ações devem ser sempre nominativas, não mais sendo permitida a emissão e a negociação de ações ao portador ou endossáveis.

Para investir em Ações, deve-se ter cautela e conhecimento para evitar grandes perdas. Vale a pena observar o mercado e as empresas que estão em crescimento.

 

Tipos de investimentos renda fixa mais seguros

tipos de investimentos

Quem quer começar a investir devagar, deve optar pelos tipos de investimentos mais seguros de renda fixa. E ao contrário do que possa parecer, a poupança não é o mais seguro entre eles. Isso porque, um investimento para ser seguro, não basta apenas ter menos risco, mas ser balanceado com o rendimento também.

 Nesse caso, Poupança e CDB apresentam os mesmos riscos, mas o CDB oferece maior rentabilidade, fazendo com que ele se torne mais seguro para o investidor. Mas, por ter a garantia do Tesouro Nacional, o Tesouro Direto é considerado o investimento mais seguro do mercado.

 

Investimentos mais populares

Os brasileiros têm aprendido e se interessado cada dia mais por investimentos, e isso fez crescer a popularidade dos produtos. Veja a lista de investimentos mais populares no Brasil:

 

  1. Caderneta de poupança
  2. Fundos de investimento
  3. Títulos privados
  4. Títulos públicos via Tesouro Direto
  5. Ações na Bolsa de Valores

 

Qual o melhor tipo de investimento para iniciantes?

O ideal para iniciantes é que comecem a investir em renda fixa, sem muitas variáveis, mas com bom rendimento para pegar gosto em guardar dinheiro. Apesar de isso não ser uma regra, é um bom caminho para começar a investir a sua renda.

Sendo assim, o investidor pode optar pelos seguintes investimentos:

 

  •     CDB (Certificado de Depósito Bancário)
  •     Tesouro Direto
  •     LCI (Letra de Crédito Imobiliário)
  •     LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)
  •     Debêntures
  •     Fundos de investimentos de renda fixa
  •     LC (Letras de Câmbio)
  •     CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários)
  •     CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio)

 

Como começar a investir?

Para começar a investir, é necessário compreender quanto você pretende aplicar, em quanto tempo quer ter um retorno e quanto de risco está disposto a correr. Para isso, existe a análise de perfil do investidor, que após entender o seu perfil, indica quais são os investimentos adequados para as suas preferências e prioridades.

Os perfis estão divididos, basicamente, em 3 tipos de investidores:

 

  •         Conservador: investidor que prioriza a segurança dos rendimentos e prefere investir em alternativas com baixo risco.
  •         Moderado: investidor que gosta de segurança, mas está mais aberto à possibilidade de investir em aplicações com um pouco mais de risco.
  •         Agressivo: o investidor que não tem receio de arriscar e prioriza a possibilidade de rentabilidade maior, mesmo que isso signifique estar aberto a maiores riscos.

Aposte nas loterias acumuladas

Comece os seus investimentos com a Intersena

Agora que você já conhece mais sobre investimentos e em como o seu dinheiro pode ficar seguro e trabalhar para você, dê a chance de apostar na loteria para garantir que o seu prêmio seja rentável.

Com a Intersena você pode apostar nas maiores e mais famosas loterias do país, com segurança, facilidade e conforto. Ao apostar com a Intersena, você recebe dicas, informações, e a nossa torcida para que seja o próximo milionário investidor. Confira os nossos jogos, escolha as suas dezenas e torça muito!



Voltar



Noticia: 692

iCred

Compre seus créditos antecipadamente e jogue quando quiser.

BOLETIM DIÁRIO

Cadastre-se e receba nossos boletins diários com resultados, data de sorteios, avisos e promoções

VEJA OS DEPOIMENTOS

Depoimentos

Muito pratico.... já ganhei vários prêmios vale a pena tentar... confio na INTERSENA.

Ana Aparecida da Rosa Brasil ESTIVA-MG

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Entendi.